• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > AFEVS2012
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Intervenção Profissional

Código: AFEVS2012    Sigla: IP
Área Científica: Ciências do Desporto

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Área de Ensino: AFEVS - Ciências do Desporto

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
AFEVS 28 Despacho N.º 10205/2019, de 11 novembro de 2019 5 140 140

Horas Efetivamente Lecionadas

Docência - Horas Semanais

Ensino Teórico: 1,00
Teórico-Práticas: 1,00

Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico Totais 1 1,00
Mónica Alexandra Godinho de Sousa - ESD   0,60
Susana Mendes Alves   0,40
Teórico-Práticas Totais 1 1,00
Mónica Alexandra Godinho de Sousa - ESD   1,00

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Susana Mendes Alves Responsável

Objetivos de Aprendizagem (conhecimento, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

No final desta unidade curricular os alunos deverão se capazes de:
1. Conhecer os processos de mudança do comportamento dos clientes que são importantes para o desenvolvimento de programas de alteração de estilos de vida saudáveis; 
2. Desenhar, construir, desenvolver e inovar procedimentos de intervenção profissional para a alteração de estilos de vida saudáveis; 
3. Saber intervir de forma adequada, desenvolvendo estratégias de intervenção profissional compatíveis com os objetivos de um programa de alteração de estilos de vida saudáveis.

Conteúdos programáticos

I. Teorias e investigação científica de suporte ao desenvolvimento de programas de promoção de estilos de vida saudáveis; 
II. Processo de intervenção profissional para o desenvolvimento de programas de estilos de vida saudáveis; 
III. Protocolo de intervenção profissional para a conceção de programas de educação e promoção de estilos de vida saudáveis;
IV. Adaptação dos programas de estilos de vida saudáveis às necessidades de diferentes grupos e às especificidades dos diferentes contextos de intervenção; 
V. Princípios éticos orientadores da intervenção profissional no contexto do desporto e da atividade física.

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Os conteúdos estão de acordo com os objetivos definidos e podem ser cumpridos através das metodologias de ensino estabelecidas.

Metodologia de Ensino (Avaliação incluída)

São utilizadas diversas metodologias de ensino, a saber: aulas teóricas (exposição de conteúdos); aulas teórico-práticas (seminários; workshops). Aos estudantes é disponibilizada a informação na plataforma MOODLE ESDRM, estruturando melhor o tempo de estudo autónomo. Avaliação Contínua: Trabalho escrito em grupo de dois alunos (60%; nota mínima:10 valores); Apresentação do trabalho (20%; nota mínima:10 valores); Defesa oral individual do trabalho (20%; nota mínima:10 valores). Os alunos que cumpram todos os elementos da avaliação contínua estão dispensados do exame final. Todos os outros casos devem prestar provas em exame final. Exame Final: Trabalho Individual (50%; nota mínima:10 valores); Prova Escrita (30%; nota mínima: 10 valores); Prova Oral (20%; nota mínima: 10 valores). Os alunos em regime especial devem dirigir-se ao regente de modo a formalizar um modelo de avaliação personalizado e ajustado às suas condições específicas. 


Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

A metodologia de ensino utilizada com sessões de exposição de conteúdos permite a aquisição dos conhecimentos fundamentais para a aplicação o plano de intervenção. As sessões teórico-práticas em modelo de seminário, e de workshop, permitem uma maior autonomia dos estudantes no desenvolvimento das intervenções profissionais. Pretende-se assim atingir os objetivos da unidade curricular, no que respeita à produção de programas de intervenção, desde o diagnóstico à avaliação.

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)

Bartholomew Eldrigde, L. K., Markham, C. M., Ruiter, R. A. C., Fernàndez, M. E., Kok, G., & Parcel, G. S. (2016). Planning health promotion programs: An Intervention Mapping approach (4th ed.). Hoboken, NJ: Wiley.
Bartholomew, L. K., Parcel, G. S., Kok, G., Gottlieb, N. H., & Fernández, M. E. (2011). Planning health promotion programs: An Intervention Mapping approach (3rd ed.). San Francisco, CA: Jossey-Bass.
Kok, G, Schaalma, H, Ruiter, R, van Empelen, P, & Brug, J. (2004) Intervention mapping: Protocol for applying health psychology theory to prevention programmes. J Health Psychol, 9, 85-98.