• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > AFEVS2014
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Cardiofitness e Treino Força

Código: AFEVS2014    Sigla: CTF
Área Científica: Ciências do Desporto

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Área de Ensino: AFEVS - Ciências do Desporto

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
AFEVS 30 Despacho N.º 10205/2019, de 11 novembro de 2019 5 52,5 140

Horas Efetivamente Lecionadas

Docência - Horas Semanais

Teórico-Práticas: 1,50
Ensino Prático e Laboratorial: 2,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 1,50
João Paulo Reis Gonçalves Moreira de Brito - ESD   1,50
Nuno Rafael Pedro do Couto - ESD   0,00
Ensino Prático e Laboratorial Totais 1 2,00
João Paulo Reis Gonçalves Moreira de Brito - ESD   2,00
Nuno Rafael Pedro do Couto - ESD   1,00

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
João Paulo Reis Gonçalves Moreira de Brito - ESD Responsável

Objetivos de Aprendizagem (conhecimento, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

-Compreender os conceitos básicos e os fundamentos das modalidades de cardiofitness e musculação 
-Conhecer as principais fases e métodos de treino aplicados nas modalidades de cardiofitness e musculação 
-Conhecer e saber aplicar os diferentes protocolos de avaliação da condição cardiovascular e da força 
-Conhecer e saber utilizar corretamente os principais equipamentos e materiais utilizados nas modalidades de cardiofitness e musculação 
-Saber aplicar os conhecimentos adquiridos na construção de um plano de treino de cardiofitness e musculação adaptado às características de um praticante

Conteúdos programáticos

Treino da força
1.Conceitos básicos e fundamentos gerais do treino de musculação
a.Fatores condicionantes da produção de força 
b.Adaptações e objetivos do treino de musculação
c.Fases e métodos de treino de musculação 
2)Avaliação da força máxima: método direto e indireto
3)Equipamentos e materiais de treino de força
4)Principais exercícios de musculação
a.Análise cinesiológica
b.Grupo muscular alvo
c.Técnica de execução
5)Programas de musculação
Cardiofitness:
6)Conceitos básicos e fundamentos gerais do treino de cardiofitness
a.Caracterização da modalidade de Cardiofitness;
b.Equipamentos e materiais de cardiofitness;
c.Adaptações do treino de cardiofitnes;
7)Avaliação da capacidade cardiorrespiratória: métodos diretos e indiretos
8)Metodologia do treino em cardiofitness:
a.Métodos de treino de resistência aeróbia e anaeróbia;
b.Periodização do treino de resistência.
9)Programas de treino de cardiofitness
10)Treino Combinado/Concorrente e sua periodização

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Os objetivos da UC foram definidos para cada curso de modo a garantir a necessária coordenação transversal e a continuidade lógica ao longo dos semestres do plano de estudos. Sobre a coordenação entre unidades curriculares foram realizadas algumas reuniões com UCs de maior afinidade, mas tanto os docentes como os estudantes concordam que deverá fazer-se um esforço para que essa coordenação passe a existir em todas as unidades curriculares.Para a concretização dos objetivos de aprendizagem das UCs, previamente definidos, os programas das diferentes unidades curriculares seguem um modelo em que se apresentam os objetivos, o programa, o método de avaliação e a bibliografia. Este programa é distribuído e explanado aos Estudantes na aula de apresentação. Pretende-se que os objetivos de aprendizagem das unidades curriculares sejam atempadamente explicitados.

Metodologia de Ensino (Avaliação incluída)

Na época normal os alunos poderão optar por um dos dois tipos de avaliação: contínua ou final. Para usufruir do processo de avaliação contínua é obrigatório que os alunos assistam a pelo menos 2/3 de presenças das horas de contacto. 
Cálculo da avaliação contínua=(1 avaliação prática de conteúdos de Cardiofitness e avaliação prática de conteúdos do Treino de Força e 1 teste escrito)/3.
Modelo de avaliação por exame final é constituído por 1 prova escrita e uma prova oral. Classificação final=(prova oral + prova escrita)/2.
Alunos em situação especial : 1 prova escrita; duas provas orais. Todos os elementos de avaliação serão realizados em data a acordar com o aluno.
Fórmula de cálculo da avaliação: [(classificação do teste escrito) + (classificação da avaliação prática de conteúdos de Cardiofitness) + (classificação de avaliação prática dos conteúdos do Treino de Força)]/3
Aplica-se o disposto no Regulamento Específico dos Alunos em Situação Especial.


Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

A unidade curricular adotada a avaliação contínua sob a forma de testes e da realização e apresentação de trabalhos. As diferentes componentes que constituem a avaliação consideram que o programa está adequado aos objetivos de aprendizagem. Pretende-se avaliar conhecimentos e competências devidamente identificadas no programa. No que respeita às metodologias de ensino/aprendizagem pretende-se uma transferência das metodologias de ensino principalmente unidireccional para metodologias ditas bidireccionais, fundamentadas em particular nas novas tecnologias de informação. Estas potenciam o envolvimento dos Estudantes na concretização dos objetivos coletivos e individuais de aquisição de competências, principalmente numa perspectiva profissionalizante como é exigida no contexto do Ensino Superior Politécnico. Esta metodologia incentiva o trabalho autónomo ao propor, por exemplo, a resolução de exercícios e problemas específicos após as aulas.

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)

Aaberg, E. (2007). Resistance training instruction. USA, NY: New World Library.
Liguori, G., & American College of Sports Medicine. (2020). ACSM's guidelines for exercise testing and prescription. 11th Ed. Lippincott Williams & Wilkins.
Haff, G. G., & Triplett, N. T. (Eds.). (2015). Essentials of strength training and conditioning 4th edition. Human kinetics.
Faigenbaum, A. D., & McFarland, J. E. (2016). Resistance training for kids: right from the start. ACSM's Health & Fitness Journal, 20(5), 16-22.
Bompa, T. O., & Buzzichelli, C. (2018). Periodization-: theory and methodology of training. Human kinetics.
Howley, E. & Franks, B. (2009). Fitness Professional Handbook. Champaign, Il: Human Kinetics.
Zatsiorsky, V. M., Kraemer, W. J., & Fry, A. C. (2020). Science and practice of strength training. Human Kinetics.
Kravitz, L., & Zuhl, M. (2014). High Intensity Interval Training vs. Continuous Cardio Training: Battle of the Aerobic Titans.

Observações