• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > LEBA20408
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Ecologia

Código: LEBA20408    Sigla: ECO
Área Científica: Formação na Área de Docência - CN, HST e GP

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Área de Ensino: Ciências Matemáticas e Naturais

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
LEBA1 36 Despacho n.º 7346/2020 5
Despacho nº 15080/2014 5 60 135

Horas Efetivamente Lecionadas

LEBA1-A

Teórico-Práticas: 0,00

Docência - Horas Semanais

Teórico-Práticas: 4,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 4,00
Elisabete Fernandes Linhares Manzoni de Sequeira   4,00

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Elisabete Fernandes Linhares Manzoni de Sequeira Responsável
Marisa Sofia Monteiro Correia Coordenação Científica
Bento Filipe Barreiras Pinto Cavadas Coordenação Científica
Elisabete Fernandes Linhares Manzoni de Sequeira Coordenação Científica

Língua de Ensino

Português

Objetivos de Aprendizagem (conhecimento, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

- Compreender conceitos e princípios ecológicos e ambientais relevantes para futuros educadores;
- Compreender a intrincada e delicada rede de inter-relações existentes ao nível do ecossistema;
- Analisar e discutir dos principais problemas ambientais do nosso planeta;
- Compreender as interações Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente;
- Incorporar e difundir os valores do Desenvolvimento Sustentável, assim como da informação e educação para o Desenvolvimento Sustentável;
- Promover uma cultura de cidadania e de participação cívica ativa e estimular práticas que promovam o Desenvolvimento Sustentável;
- Promover a capacidade de pensar de forma científica;
- Promover capacidades de pensamento crítico, de tomada de decisões e de pensamento criativo imprescindíveis à identificação, análise e resolução de problemas ecológicos;
- Mobilizar conhecimentos e de formas de pensamento científica para objetivos individuais e coletivos.

Conteúdos programáticos

1. Introdução: o domínio da Ecologia
1.1. Ecologia - Relação com outras ciências e sua importância
1.2. Ambiente e Ecologia
1.3. O ambiente na legislação portuguesa e comunitária
1.4. Relações entre Ciência/ Tecnologia/ Sociedade/ Ambiente
1.5. Educação para o Desenvolvimento sustentável

2. Fundamentos Ecológicos do Ambiente
2.1. Ecossistema e Energia nos Sistemas Biológicos
2.1.1. Ambiente energético
2.1.2. Cadeias alimentares, teias alimentares e níveis tróficos

2.2. Fatores Limitantes
2.2.1. "Lei" do mínimo de Liebig
2.2.2. "Lei" da tolerância de Shelford

2.3. Organização a Nível da Comunidade e da População
2.3.1. Interações entre espécies
2.3.2. Desenvolvimento e Evolução do Ecossistema

3. Problemas ambientais globais e nacionais
3.1. Estudo de diversos problemas ambientais tais como os que afetam: a atmosfera; os solos; a água; as florestas; a biodiversidade e os recursos
3.2. Ética, estratégias e políticas de defesa do ambiente
3.3. Participação cívica na defesa do ambiente

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Os conteúdos programáticos visam a compreensão de conceitos e princípios ecológicos e ambientais relevantes para futuros educadores (O1), mobilizar conhecimentos e formas de pensamento científico para concretizar objetivos individuais e coletivos (O9). Através do reconhecimento das interações CTSA (1.4) presentes em problemas ambientais do quotidiano espera-se que os estudantes compreendam as implicações da Tecnologia e Ciência na Sociedade e Ambiente (O4). Para compreender a rede de inter-relações nos ecossistemas (O2) será trabalhado o tema - Fundamentos Ecológicos do Ambiente (2). Na abordagem de problemáticas ambientais (3) serão analisados e discutidos problemas ambientais (O3) para promover a capacidade de pensar de forma científica (O7), tomar decisões para resolver problemas ecológicos (O8). Desenvolver-se-ão estratégias e formas de participação em prol do ambiente (3.3) para incorporar e difundir valores do Desenvolvimento Sustentável (O5) e promover uma cultura de cidadania (O6).

Metodologia de Ensino (Avaliação incluída)

As experiências educativas centrar-se-ão na realização de trabalho em grupo e individual. As aulas recorrerão às seguintes metodologias: a) análise e discussão de evidências e de situações reais; b) pesquisa, análise e discussão de informação; c) observação e estudo de ambientes naturais; d) abordagem didática centrada no modelo de educação para a cidadania ambiental; e) realização de atividades experimentais; e e) divulgação e dinamização de ações em prol do ambiente. 

A avaliação contínua: a) realização de trabalhos de grupo e/ou individuais sobre diferentes temáticas com apresentação/dinamização posterior e participação ativa nas atividades realizadas (50%); e b) resultados de um teste escrito individual (50%). A aprovação à unidade curricular está condicionada a uma classificação superior a 8,0 valores no teste escrito, independentemente da obtenção de uma classificação positiva nos restantes elementos de avaliação. 

Avaliação por exame: Sim


Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

A promoção do trabalho em grupo e do trabalho individual enquanto metodologias ativas e de autoformação têm como objetivo a compreensão de conceitos e de princípios ecológicos e ambientais relevantes para os futuros educadores (O1). Através da pesquisa, análise e discussão de informação de proveniência diversa, os alunos terão oportunidade para compreender a rede de inter-relações que se estabelece ao nível dos ecossistemas (O2). A compreensão das interações Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente (O4) será promovida recorrendo à análise e discussão de evidências e de situações reais (relacionadas com o quotidiano) que permitam a construção de conhecimento científico. Desta forma, serão selecionados temas com relevância social que envolvem a Ciência e a Tecnologia, identificar-se-ão e explorar-se-ão problemas que tenham impacto pessoal, local e global que suscitem interesse. A motivação subjacente a tais temas é essencial para melhor incorporar e difundir os valores do Desenvolvimento Sustentável (O5). Esta exploração aliada à discussão de estudos de caso sobre questões socioambientais irá permitir a análise e discussão dos principais problemas ambientais do nosso planeta (O3). O contacto proporcionado pela observação e pelo estudo de ambientes naturais conjugado com as metodologias anteriores promovem a capacidade de pensar de forma científica (O7) e contribuem para o desenvolvimento de capacidades de pensamento crítico e de tomada de decisão necessárias à resolução de problemas ecológicos (O8). Os trabalhos a realizar em grupo, as pesquisas necessárias ao aprofundamento e compreensão das problemáticas ambientais em estudo para a realização de componentes de trabalho individuais e em grupo, bem como a partilha de ideias originadas durante as discussões em grupo e no grupo turma aquando a apresentação dos seus trabalhos, permitem a utilização de linguagem científica contribuindo ainda à compreensão dos conteúdos em estudo (O1). A divulgação e dinamização de ações em prol do ambiente, pela difusão de informações e dados pertinentes sobre as problemáticas ambientais em estudo, esclarecendo as causas, consequências e soluções para minimizar os problemas ambientais com a identificação de formas de atuação, ajudam a promover nos estudantes e nos destinatários da mensagem uma cultura de cidadania e de participação cívica ativa (O6). Concomitantemente, é inegável que o recurso a estas metodologias educativas ativas permitem mobilizar conhecimentos e formas de pensamento científico para alcançar objetivos individuais e coletivos (O9).


Nesta unidade curricular a carga média de trabalho autónomo (75h) é distribuída da seguinte forma: para a componente individual - realização de tarefas que requerem pesquisa e análise de bibliografia da especialidade (15h); Estudo para uma prova de avaliação teórica (25h); e a componente de grupo - Realização de trabalhos de grupo (35h).

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)

Almeida, A. (2007). Educação Ambiental - A importância da dimensão ética. Livros Horizonte.
Cardoso, R. (ed.) (2021). Educação Ambiental e Cidadania. Pesquisa e Práticas contemporâneas. Editora científica. 
Gaudiano, E. (2007). Educação Ambiental. Instituto Piaget. 
Hadjichambis, A., Reis, P., Paraskeva-Hadjichambi, D., ¿in¿era, J., Boeve-de Pauw, J., Gericke, N., & Knippels, M-C. (Eds.) (2020). Conceptualizing environmental citizenship for 21st century education. SpringerOpen. https://repositorio.ul.pt/handle/10451/42672 
Levin, S. A. (ed.). (2020). The Princeton Guide to Ecology. Princeton University Press. 
Levin, S. A., Carpenter, S. R., Godfray, H. C. J., Kinzig, A. P., Loreau, M., Losos, J. B., Walker B., & Nogueira, V. (2000). Introdução ao Pensamento Ecológico. Plátano Edições Técnicas. 
Odum, E. P. (2004). Fundamentos de ecologia. Fundação Calouste Gulbenkian. 
Townsend, C. R., Harper, J. L., & Begon, M. (2010). Fundamentos em Ecologia. Artmed.

Observações