• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > M1MCN2036
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Ambiente e Património Geológico

Código: M1MCN2036    Sigla: APG

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Área de Ensino: Ciências Matemáticas e Naturais

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
M1MCN 6 Despacho n.º 8687/2022 3 36 81

Horas Efetivamente Lecionadas

MMCN-TA

Teórico-Práticas: 0,00

Docência - Horas Semanais

Teórico-Práticas: 2,40

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 2,40
Sílvia Raquel de Abreu e Nobre Carvalhão   2,40

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Sílvia Raquel de Abreu e Nobre Carvalhão Responsável
Elisabete Fernandes Linhares Manzoni de Sequeira Coordenação Científica
Marisa Sofia Monteiro Correia Coordenação Científica
Bento Filipe Barreiras Pinto Cavadas Coordenação Científica

Objetivos de Aprendizagem (conhecimento, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)


1.Relacionar o tempo geológico com os acontecimentos geohistóricos. 
2.Descrever as principais etapas da tabela cronostratigráfica. 
3.Descrever os principais acontecimentos da Geohistória e da evolução da vida. 
4.Relacionar os fósseis com os principais acontecimentos da Geohistória. 
5.Identificar os principais tipos de minerais e de rochas. 
6.Compreender o significado de geodiversidade e geoconservação.
7.Identificar áreas protegidas, geossítios e roteiros geológicos em Portugal. 
8.Conhecer mecanismos e estratégias de gestão e valorização das áreas protegidas e dos geossítios. 
9.Explicar causas, consequências, formas de prevenção e de remediação das mudanças ambientais e dos impactos antropogénicos sobre o ambiente. 
10.Argumentar de forma científica, utilizando um discurso que evidencie um pensamento crítico e que contribua para a proteção e conservação da natureza e para a resolução de problemas ambientais do quotidiano.

Conteúdos programáticos


CP1. Os grandes acontecimentos da história da Terra e da Vida 
CP1.1. Os tipos de minerais, rochas e o ciclo das rochas. 
CP1.2. Os fósseis e a sua importância para a reconstituição da história da Terra. 
CP1.3. Geohistória e evolução da vida. 
CP2. Património Geológico 
CP2.1. Geodiversidade e Geoconservação. 
CP2.2. Geossítios e roteiros geológicos em Portugal. 
CP2.3. O valor científico, educativo, turístico e cultural dos geossítios. 
CP2.4. Gestão sustentável de recursos e valorização do património geológico. 
CP3. Ambiente e impactos antropogénicos 
CP3.1. Mudanças ambientais na história da Terra. 
CP3.2. Proteção e conservação da natureza. 
CP3.3. Áreas protegidas e ordenamento do território. 
CP3.4. Os impactos antropogénicos e a exploração sustentada dos recursos naturais.

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Todos os conteúdos visam capacitar o estudante para mobilizar saberes sobre a preservação do ambiente. A UC inicia-se pelo estudo dos grandes acontecimentos da história da Terra e da Vida (CP1), para que o estudante seja capaz de relacionar o tempo geológico com os acontecimentos geohistóricos (O1), conhecer a organização da tabela cronostratigráfica (O2), descrever os principais acontecimentos da Geohistória e da evolução da vida (O3) e o papel dos fósseis para a leitura da Geohistória (O4) e identificar os principais tipos de minerais e de rochas (O5). Segue-se a abordagem ao património geológico (CP2), para que o estudante compreenda os seus conceitos estruturantes (O6), conheça os geossítios e roteiros geológicos nacionais (O7) e o modo como devem ser valorizados e geridos sustentavelmente (O8). Por fim, serão abordados conceitos essenciais sobre o ambiente e temáticas que visam capacitar o estudante para compreender a dinâmica dos impactos antropogénicos sobre o ambiente (O9, O10; CP3).

Metodologia de Ensino (Avaliação incluída)

Nessas sessões será privilegiada: a) a pesquisa, análise e discussão de evidências e de situações que permitam a aquisição de conhecimento científico; b) a observação de estruturas e processos geológicos e biológicos; c) a realização de trabalhos práticos (em laboratório e de campo) e o recurso às TIC para explorar fenómenos naturais diversos. O regime de avaliação por frequência basear-se-á na: a) realização de trabalhos individuais ou em grupo e participação ativa nas atividades realizadas (60%) e b) realização de outros elementos de avaliação escritos (40%). Na modalidade de avaliação por exame, a classificação do aluno resulta exclusivamente da classificação obtida numa prova teórica. Os elementos do regime de avaliação por frequência poderão ser substituídos pela participação em tarefas e iniciativas enquadradas em projetos nacionais ou internacionais, em que a instituição esteja envolvida.


Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

As atividades letivas organizam-se em três blocos de conteúdos programáticos (CP1, CP2 e CP3): CP1 _ (Sessões presenciais): Através de aulas TP serão explorados os grandes acontecimentos da história da Terra e da Vida (O1, O2, O3, O4 e O5), através da análise e discussão de diferentes fontes de informação sobre o assunto. CP2 _ (Sessões b-learning). Parte das sessões incluirão aulas presenciais TP onde serão abordados os conceitos estruturantes do património geológico (O6), as áreas protegidas, os geossítios e os roteiros geológicos portugueses (O7), as mudanças ambientais na história da Terra, o ordenamento do território e a proteção e conservação da natureza (O8), com o recurso a aulas teóricas e à realização de trabalhos de pesquisa, pelos estudantes, sobre os diferentes conteúdos (O10). As restantes aulas serão complementadas com sessões em e-learning, com recurso às TIC, sobre a caracterização das áreas protegidas, geossítios e roteiros geológicos portugueses (O7) e o estudo do seu valor científico, educativo, turístico e cultural (O6). CP3 _ (Sessões b-learning): As temáticas relacionadas com o ambiente e impactos antropogénicos, tais como a proteção e conservação da natureza, áreas protegidas e a exploração sustentada de recursos (O9) também serão abordadas em formato b-learning. Durante a participação nas sessões devem argumentar de forma científica, evidenciando um pensamento crítico que contribua para a resolução dos problemas ambientais do quotidiano (O10). Os trabalhos práticos, de cariz laboratorial ou de campo, assumem uma importância primordial nesta UC. Serão realizadas atividades práticas laboratoriais de observação de estruturas geológicas ou de simulação de processos geológicos, dando-se especial relevo ao estudo dos diferentes grupos de fósseis (O4) e tipos de rochas (O5), para que os estudantes compreendam a sua importância para a leitura da geohistória (O3). Serão, igualmente, realizadas atividades práticas que visam simular a influência do ser humano sobre o ambiente para os estudantes compreenderem as causas, consequências, formas de prevenção e de remediação dos impactos antropogénicos sobre o ambiente (O9). A realização de trabalhos de campo em áreas protegidas e geossítios é uma estratégia essencial para os estudantes conhecerem, em ambiente natural, as suas características e a importância da sua valorização e preservação (O6, O7, O8 e O9). Os objetivos de aprendizagem serão, também, explorados através da participação das estudantes em atividades de projetos nacionais ou internacionais relacionados com as temáticas da UC. A carga média de trabalho autónomo (46h) é distribuída da seguinte forma: participação e realização de tarefas enquadradas em projetos nacionais ou internacionais (20h); realização de trabalhos de pesquisa e análise de bibliografia da especialidade (10h); elaboração de trabalhos de grupo (16h).

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)


Bensusan, N. (2006). Conservação da Biodiversidade em áreas protegidas. Editora FGV. 
Brilha, J., & Pereira, P. (2012). Geossítios a visitar em Portugal. Porto Editora. 
Goudie, A.S. (2006).The Human Impact on the Natural Environment: Past, Present, and Future (6.ª Ed). Blackwell Publishing. 
National Research Council (2008). Origin and evolution of earth. Washington, D. C.: National Academies Press. 
Pomerol, C., Lagabrielle, Y., Renard, M., & Guillot, S. (2013.). Princípios de Geologia (14.ª Ed.). Bookman. 
Wimbledon, W.A.P., & Smith-Meyer, S. (Eds.) (2012). Geoheritage in Europe and its conservation. ProGEO. 
Stolton, S.; & Dudley, N. (2010). Arguments for Protected Areas: Multiple Benefits for Conservation and Use. Earthscan. 
UNESCO (2017). Education for Sustainable Development Goals -Learning Objectives. UNESCO.