• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > MESMP04
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Promoção e Prevenção em Saúde Mental

Código: MESMP04    Sigla: PPSM
Área Científica: Enfermagem

Ocorrência: 2023/24 - 1S

Área de Ensino: 2º Ciclo

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
MESMP 12 Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica 5 50 125

Horas Efetivamente Lecionadas

1ºMESMP

Ensino Teórico: 5,83
Teórico-Práticas: 0,00

Docência - Horas Semanais

Ensino Teórico: 2,00
Teórico-Práticas: 1,33

Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico Totais 1 2,00
Amadeu Matos Gonçalves   1,00
Maria Clara Martins Cunha André - ESSAUDE   1,00
Teórico-Práticas Totais 1 1,33
Amadeu Matos Gonçalves   0,66
Maria Clara Martins Cunha André - ESSAUDE   0,67

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Amadeu Matos Gonçalves Responsável
Maria Teresa Vieira Coelho Coordenação Científica
Maria Clara Martins Cunha André - ESSAUDE Coordenação Científica

Objetivos de Aprendizagem (conhecimento, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Utilizar o conhecimento reflexivo sobre Saúde Mental
Integrar o pensamento crítico sobre Políticas e Projetos de Saúde Mental
Reconhecer a importância da proteção, promoção e influência dos diferentes contextos de vida, ao longo do ciclo vital, na saúde mental dos indivíduos, grupos e comunidades
Reconhecer a importância do diagnóstico de Saúde Mental: individual, grupal, familiar e comunitário.

Conteúdos programáticos

Conceitos de promoção e prevenção da doença mental e intervenção precoce;
Determinantes estruturais de saúde mental;
Política global de saúde mental e Comunidades mentalmente saudáveis;
Fatores relacionados com a idade e com os ¿settings¿;
Fatores de proteção e de promoção da saúde mental;
Fatores predisponentes, precipitantes e sinais precoces de problemas de saúde mental;
Medidas de prevenção da perturbação mental e proteção da saúde mental nos grupos vulneráveis;
Problemas mentais dos pais e perturbações mentais das crianças;
Programas de sensibilização e redução de riscos;
Comorbilidade e efeito dos comportamentos aditivos sobre a saúde;
Saúde mental em situação de catástrofe;
Modelos de avaliação participada de base comunitária;
Orientações técnicas e políticas relativas as pessoas, grupos e comunidades vulneráveis;
Estratégias de empoderamento da pessoa, família e grupos em risco;
Estratégias e metodologias de Treino na educação do indivíduo e comunidades.

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Os conteúdos organizam-se de forma articulada e coerente com os objetivos definidos. O 1º capítulo aborda a Saúde Mental com conhecimento reflexivo. Os 2º e 3º capítulos versam as Políticas, Projetos e Plano Nacional de Saúde Mental. As temáticas relacionadas com a proteção e promoção da Saúde Mental nos diferentes contextos de vida e Promoção da Saúde Mental ao longo do ciclo vital, situam-se no 4º e 5º capítulos, pressupondo necessidades diferentes a nível psicológico e de relação que permitam reconhecer a importância da proteção, promoção e influência dos diferentes contextos de vida, ao longo do ciclo vital, na saúde mental dos indivíduos, grupos e comunidades.
Pretende-se que os estudantes sejam capazes de Identificar Diagnósticos e Intervenções de Enfermagem na população: Gestão de Emoções, Intervenção na Crise, Técnicas de Empowerment, Relaxamento, Pedagógicas e de Reabilitação Psicossocial.

Metodologia de Ensino (Avaliação incluída)

Os conteúdos são lecionados com base numa abordagem teórica e teórico-empírica, construindo um quadro de referência de base, com recurso à metodologia expositiva e dinâmicas de grupo, com análise de artigos de investigação, debates temáticos e análise de legislação.
A componente autónoma será desenvolvida através de pesquisa bibliográfica e leituras complementares como suporte à realização de exercícios práticos que potenciem a integração dos conceitos.
O processo de avaliação inclui um momento de avaliação individual (frequência) e avaliação do trabalho de grupo sujeito a
apresentação/discussão em sala de aula. A cotação da frequência nunca será inferior a 80% e a cotação das outras formas de avaliação nunca será superior a 20%. A avaliação da unidade curricular resultará do somatório da nota da frequência com a valoração do trabalho de grupo. A aprovação global à unidade curricular pressupõe que o estudante tenha obtido uma classificação 10 valores.


Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Os objetivos propostos visam dotar os estudantes de conhecimento reflexivo sobre Saúde Mental; Políticas e Projetos de Saúde Mental a nível regional e Nacional, o Plano Nacional de Saúde Mental, Importância da proteção, promoção e influência dos diferentes contextos de vida, na saúde mental dos indivíduos, grupos e comunidades.
Pretende-se também que desenvolvam competências relacionadas com a importância do diagnóstico de Saúde Mental: individual, grupal, familiar e comunitário, Identificação de Intervenções de Enfermagem a nível individual, grupal, familiar e comunitário: Gestão de Emoções, Intervenção na Crise, Técnicas de Empowerment, Relaxamento, Psicoeducativas e de Reabilitação Psicossocial.
Nessa perspetiva as metodologias de ensino propostas facilitam o desenvolvimento de competências de autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e profissional que lhe permitam a assistência á pessoa ao longo do ciclo de vida, família, grupos e comunidade na otimização da saúde mental, mobilizando dinâmicas de âmbito psicoterapêutico, socioterapêutico, psicossocial e psicoeducacional.

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)

Cruz, C., et al.. (2016). Comportamentos hostis em adolescentes: Intervenção educativa dos professores. INFAD Revista de Psicología, 1(2), 403-411.
Cruz, C., Nelas, P., Chaves, C., Almeida, M., & Costa, S. (2016). O suporte social dos estudantes do ensino superior. INFAD Revista de Psicología, 2(1), 81-88.
Gonçalves, A. M., Cabral, L. R., Ferreira, M. C., Martins, M. C., & Duarte, J. C. (2017). Negative life events and resilience in higher education students. EJSBS, 19(2), 2381-2392.
Gonçalves, A; Cabral, L; Cruz, C; Chaves, C; Sequeira, C; Rodrigues, J . (2021). Literacia em saúde mental positiva nos enfermeiros de cuidados de Saúde primários. International Journal of Developmental and Educational Psychology INFAD Revista de Psicología, Nº1 - Volumen 1, 2021. ISSN: 0214-9877. pp:71-84
Cabral, L., et al.. (2016). A situação de crise em Portugal e a saúde mental dos profissionais de saúde. RPESM, Especial 3, 57-62.