• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > LAGPL1256
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Agricultura Geral e Máquinas Agrícolas II

Código: LAGPL1256    Sigla: AGMA 2
Área Científica: Produção Agrícola e Animal

Ocorrência: 2023/24 - 2S

Área de Ensino: Produção Agrícola - PAG

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
LAGRPL 14 Despacho n.º 10342/2023 de 09/10 5 60 140

Horas Efetivamente Lecionadas

LAGPL_2DIA

Teórico-Práticas: 36,00

LAGPL_2A

Teórico-Práticas: 36,00

Docência - Horas Semanais

Teórico-Práticas: 4,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 4,00
Antonio Carapinha - ESA   1,33
António Manuel Abreu Palminha - ESA   0,53
Luís Teófilo Nunes Fortunato - ESA   0,53
Pedro Maria da Fonseca Tavares Barata Batista - ESA   0,94

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
António Manuel Abreu Palminha - ESA Responsável

Objetivos de Aprendizagem (conhecimento, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de competências nas áreas da agricultura e da mecanização que possibilitem aos estudantes o domínio das operações gerais de cultura, bem como das máquinas agrícolas mais apropriadas para a sua realização.

Conteúdos programáticos

1. Amanhos e granjeios
1.1 Medidas e processos de prevenção contra as infestantes
1.2 Métodos de combate e destruição da vegetação infestante
1.2.1 Monda
1.2.1.1 Equipamentos utilizados
1.2.2 Sacha
1.2.2.1 Equipamentos utilizados
1.2.3. Outros granjeios (amontoa; desbaste; desponta; covachos)
1.2.3.1 Equipamentos utilizados
2. Aplicação de produtos fitofarmacêuticos
2.1 Equipamentos utilizados, constituição, funcionamento e regulações
3. Colheita, preparação e conservação de produtos
3.1 Ceifeira debulhadora
3.2 Equipamentos de colheita e conservação de forragens
3.3 Equipamentos de colheita de tomate, batata, azeitona e uva
4. Economia de utilização de máquinas agrícolas.
5. Rotações, afolhamentos e consociações
6. Introdução aos sistemas de produção
7. Agricultura de precisão.
8. Fundamentos de agricultura biológica.
9. Trabalho de campo com os respetivos equipamentos

Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Tendo como principal objectivo o conhecimento das operações gerais de culturas, através das aulas teórico-práticas e das visitas de estudo, resumidamente descritas no conteúdo programático (capítulos 1 a 9), por parte dos estudantes, bem como, a utilização no campo, das principais máquinas agrícolas mais indicadas para a realização de cada uma delas e as condições agrometeorológicas em que trabalhamos, pensamos que desta forma os estudantes adquirem as competências necessárias a um bom desempenho em qualquer empresa agrícola.
Atendendo a que estamos inseridos num mercado, por um lado cada vez mais competitivo mas, por outro lado também mais exigente em termos duma correta utilização dos meios de produção e da qualidade dos produtos que produzimos daí o desenvolvimento dado aos conteúdos programáticos dos capítulos 4 a 9.

Metodologia de Ensino (Avaliação incluída)

- Assistência às aulas, seminários, colóquios e visitas de estudo: facultativa;
- Avaliação contínua: uma prova escrita (PE);
- Condições para admissão a exame final: estar legalmente inscrito na UC;
- Fórmula de dispensa total: PE maior ou igual a 10 valores;
- É obrigatória a inscrição prévia junto do responsável da UC em todas as provas escritas, até 2 dias úteis antes da data da prova.


Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

Em cada aula ocorre uma primeira parte, na sala, onde serão explicados e demonstrados os fundamentos teóricos das diversas operações gerais de cultura. Na segunda parte da aula serão abordadas a constituição, funcionamento e regulações das principais máquinas agrícolas, bem como a sua utilização no campo por parte dos estudantes, o que lhes dá uma maior motivação e empenho e lhes permite "aprender, fazendo".
Com o surgimento de novos equipamentos e novas técnicas, ocorre com muita frequência a necessidade de participar em seminários, conferências e visitas de estudo para que os alunos deixem a escola com a melhor formação possível.

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)

Barnes, A. P. et. al.(2019). Exploring the adoption of precision agricultural technologies: A cross regional study of EU farmers. Land Use Policy, 80, 163-174.
Briosa, F. (1984) Glossário ilustrado de mecanização agrícola. Lisboa
Canavate, J. O. (1989) Las maquinas de mecanização agrícola. Madrid, Ediciones Mundi-Prensa
Candelon, P. (1978) Les machines agricoles. Paris, J. B. Baillière
CEMAGREF Les materiels de protection des cultures. Antony, CEMAGREF, 1982
CEMAGREF Les materiels de recolte des fourrages. Antony, CEMAGREF, 1984
CEMAGREF Les materiels de recolte des cereales et oleagineux. Antony, CEMAGREF, 1988
CNEEMA Les materiels de fertilisation de semis de plantation et de binage. Antony, CNEEMA, 1981
CNEEMA Les materiels de labour et de préparation du sol. 3ème édition. Antony, CNEEMA, 1981
Diehl, R. Agricultura Geral. 2ª edição. Lisboa, Clássica Editora, 1989 (Nova Colecção Técnica Agrária nº3).
Mendes, J. A ceifeira-debulhadora - sua evolução recente. Lisboa, ISA, 1985.