• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > LNI26
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Operações Comerciais Internacionais

Código: LNI26    Sigla: OCI
Área Científica: Economia

Ocorrência: 2022/23 - 1S

Página Web:https://academicos.ipsantarem.pt/disciplinas_geral.formview?p_cad_codigo=LNI26&p_periodo=1S&p_ano_lectivo=2022
Área de Ensino: Economia

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
LNI 28 Despacho nº 6804/2019, 30 de julho 5

Horas Efetivamente Lecionadas

LNI-3-TA

Teórico-Práticas: 45,00

Docência - Horas Semanais

Teórico-Práticas: 3,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teórico-Práticas Totais 1 3,00
Pedro Miguel Domingos Duarte de Oliveira [ESG-ESD]   3,00

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Pedro Miguel Domingos Duarte de Oliveira [ESG-ESD] Responsável

Objetivos de Aprendizagem (conhecimento, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

A unidade curricular tem como objetivo geral dotar os alunos de conhecimentos e competências práticas envolvendo as operações comerciais internacionais no que toca às condições de acesso aos mercados externos (condicionados pelos acordos globais e pelos regimes pautais) e aos decorrentes procedimentos e formalidades alfandegárias na movimentação de mercadorias e prestação de serviços.

Os objetivos específicos são:

O1: compreender os múltiplos aspetos de natureza contextual e transacional que condicionam a internacionalização das empresas portuguesas;
O2: descrever os aspetos de âmbito operacional da internacionalização;
O3: conhecer as condições/restrições e custos de acesso aos mercados externos;
O4: descrever os conteúdos práticos respeitantes a uma exportação;
O5: explicar o dinamismo dos mercados internacionais e a necessidade de rápida adequação do modo de operação


Conteúdos programáticos

1. Fatores determinantes do sucesso empresarial no comércio internacional 
1.1 A emergência do comércio internacional num mundo globalizado
1.2 Elementos de sucesso empresarial no comércio internacional
2. Processos de internacionalização
2.1. Competências, relacionamentos e aprendizagem na internacionalização
2.2. Tipos básicos de organização da operação internacional das empresas
3. Distribuição comercial internacional
3.1. Circuitos de comercialização e acesso aos mercados internacionais
3.2. Regimes pautais e condições/restrições de acesso aos mercados de países terceiros
3.3. Os acordos bilaterais e multilaterais
4. Exportações de bens e serviços
4.1. Tipos, procedimentos, formalidades e documentação na movimentação internacional de mercadorias
4.2. Modos de contratos/Incoterms
5. Estratégias de mudança e combinação de modos de operação
5.1 Motivações da mudança de modo de operação
5.2 Barreiras à mudança de modo de operação
5.3 Razões da combinação de modos de operação


Demonstração da Coerência dos Conteúdos Programáticos com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

No capítulo 1 abordam-se previamente aspetos de natureza contextual e transacional que condicionam o sucesso empresarial na expansão dos seus negócios além-fronteiras (O1).

No capítulo 2 esclarecem-se aspetos de âmbito operacional da internacionalização concebida enquanto processo que envolve motivações e recursos de vária ordem consoante o tipo de organização (O2).

No capítulo 3 analisam-se as condições/restrições e custos de acesso aos mercados externos, condicionado pelos acordos globais e pelos regimes pautais (O3).

No capítulo 4 discutem-se os conteúdos práticos respeitantes a uma exportação: tipologia, seleção de agentes/distribuidores, requisitos documentais, cotações/incoterms (O4).

No capítulo 5, por último, sensibiliza-se os estudantes para o dinamismo dos mercados internacionais e a necessidade de rápida adequação do modo de operação das empresas que neles competem (O5).

Metodologia de Ensino (Avaliação incluída)

A metodologia de ensino assentará:
  1. no método expositivo: o docente fará o enquadramento teórico e conceptual dos conteúdos pedagógicos a partir das referências bibliográficas e de conhecimentos previamente adquiridos pelos alunos em unidades curriculares precedentes no plano curricular do ciclo de estudos.
  2. no método demonstrativo: o docente recorrerá a casos relevantes evidenciando boas práticas.
  3. no método ativo: participação ativa dos alunos, realizando trabalhos de pesquisa (individual e de grupo) ao longo das aulas.

A avaliação contínua consistirá num teste escrito (40%) e trabalhos (60%), exigindo-se nota mínima de 8 valores em cada uma destas componentes e uma média final ponderada de 9,5 valores para obter aprovação na unidade curricular. Os alunos que não estejam presentes em, pelo menos, 2/3 do total das aulas previstas serão obrigatoriamente avaliados por exame final, nos termos do Regulamento de Avaliação de Conhecimentos e de Competências dos Estudantes da ESGTS.


Demonstração da Coerência das Metodologias de Ensino com os Objetivos de Aprendizagem da Unidade Curricular

A metodologia mista adotada é adequada aos objetivos (geral e específicos) de aprendizagem na medida em que promove a discussão de casos empresariais sobre processos e procedimentos do comércio internacional enquanto pedra de toque para a capacitação dos alunos em ordem a gerir processos de internacionalização ao nível operacional e tático. 

O conhecimento das condições de acesso aos diversos mercados à escala global (ponderando não apenas os aspetos estritamente comerciais mas também económicos, tecnológicos, socioculturais, políticos, legais e ambientais) será facilitado por via da realização de um trabalho de pesquisa sobre um país selecionado. Tal trabalho (de grupo) contemplará a análise da envolvente contextual e transacional, a par das formalidades nas exportações incluindo tarifas aduaneiras e regras sanitárias e fitossanitárias.

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)

  • AICEP Portugal Global/Audax (2013). Horizonte Internacionalizar: Guia para PME.
  • Confederação Nacional da Indústria (2017). Manual sobre barreiras comerciais e aos investimentos. Brasília: CNI.
  • Comissão Europeia (2019). Exporting from the EU - what you need to know. Em linha: https://madb.europa.eu/madb/indexPubli.htm.
  • Czinkota, M., Ronkainen, I., Moffet, M., Marinova, S. e Marinov, M. (2009). International Business. Chichester, Jonh Wiley and Sons, Ltd.
  • Organização Mundial do Comércio (2019). Technical barriers to trade. Em linha: https://www.wto.org/english/tratop_e/tbt_e/tbt_e.htm.
  • Sherlock, Jim e Reuvid, Jonathan (2008). The Handbook of International Trade: A guide to the Principles and Practice of Export. London, GMB Publishing Ltd.
  • The World Bank (2020). Doing Business 2020: comparing business regulation in 190 economies. Washington, International Bank for Reconstruction and Development / The World Bank,

Observações