• EN
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin
Você está em: Início > Ensino > Unidades Curriculares > LBBA1100
Autenticação
ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Biologia

Código: LBBA1100    Sigla: BIOL
Área Científica: Biologia e Bioquímica

Ocorrência: 2023/24 - 1S

Área de Ensino: Ciências Biológicas (CB)

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Ano Curricular Créditos Horas Contacto Horas Totais
LBBA 13 Despacho n.º 7512/2022 de 15/06 5 60 140

Horas Efetivamente Lecionadas

LBBA_1

Ensino Teórico: 0,00
Ensino Prático e Laboratorial: 32,50

Docência - Horas Semanais

Ensino Teórico: 1,50
Ensino Prático e Laboratorial: 2,50

Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico Totais 1 1,50
Ana Maria Gomes de Sousa Neves - ESA   0,00
Ensino Prático e Laboratorial Totais 1 2,50
Ana Paula Barroso Silva Lourenço Rosa - ESA   2,50
João André Evaristo de Matos Gago - ESA   0,00

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Ana Maria Gomes de Sousa Neves - ESA Responsável

Objetivos de aprendizagem e a sua compatibilidade com o método de ensino (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes)

Fornecer conhecimentos no âmbito: da evolução e origem dos organismos pluricelulares; da organização celular eucariota, com especial relevo para os aspetos funcionais; da diversidade e especialização das células e tecidos animais e vegetais; da transmissão das características genéticas em organismos procariontes e eucariontes; da formação dos fenótipos. 


Conteúdos programáticos

TEÓRICA. Organização do Mundo Vivo: seres subcelulares e celulares. Organização celular eucariota: correlação estrutural e funcional. Diversidade celular e caracterização dos tecidos e funções: animais e vegetais. Reprodução: mitose e meiose; reprodução assexuada e sexuada; esporogénese e gametogénese. Hereditariedade: mendelismo; caracterização dos ácidos nucleicos; genes, alelos e genótipo Ação génica, ambiente e fenótipo. Sistemas de reprodução e transmissão de caracteres.
PRÁTICA E LABORATORIAL. Organização do Mundo Vivo: introdução à microscopia ótica: observação de procariontes, de eucariontes unicelulares e pluricelulares. Organização celular eucariota: transporte de soluções em leveduras; estudo de plasmólise e turgescência em células vegetais; análise de pigmentos e determinação do conteúdo em clorofila. Diversidade celular e caracterização dos tecidos e suas funções: observação de tecidos animais e vegetais. Observação de mitose e meiose. Hereditariedade: exercícios.

Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objetivos de aprendizagem da unidade curricular

Considerando as principais temáticas abordadas no contexto teórico e prático, procura-se estabelecer um equilíbrio entre os conhecimentos e as competências a adquirir. A abordagem à organização do mundo vivo efetua-se caracterizando os seres subcelulares e celulares, esclarecendo os tipos de organização celular. Através do estudo a organização celular eucariota interligam-se os aspetos estruturais e funcionais, com especial relevo para a caracterização dos principais tipos de células vegetais e animais e os respetivos tecidos. O estudo dos sistemas reprodutivos e das divisões celulares subjacentes, bem como o das bases funcionais e moleculares da hereditariedade, conjugam-se para alcançar o objetivo da compreensão da transmissão genética e da sua contribuição para a formação do fenótipo.


Metodologias de ensino e de aprendizagem específicas da unidade curricular articuladas com o modelo pedagógico

O ensino teórico é expositivo. O ensino prático treina métodos de caracterização dos seres celulares e usa eucariontes para o estudo de estrutura e função. A observação dos processos de divisão celular e a resolução de exercícios apoiam o estudo da reprodução e da hereditariedade. A orientação tutorial complementa as observações e estudos de caso. Todos os estudantes estão admitidos a exame final, que consta de uma prova escrita. A avaliação contínua, que pode conduzir à dispensa de exame final, assenta em duas provas escritas (PE), com componente teórica (CT) e componente prática laboratorial (CPL). Nenhuma das componentes dos elementos de avaliação para dispensa total pode ter uma classificação < 8 valores e a média das duas PE [média(PE)] deve ser = ou > 10 valores. Verificadas estas condições, o cálculo da classificação de dispensa é: {0,6[média(PECT)] + 0,4[média(PECPL)]}.



Demonstração da coerência das metodologias de ensino e avaliação com os objetivos de aprendizagem da unidade curricular

Nas sessões teóricas com apresentação audiovisual pretende-se dar os fundamentos teóricos das diferentes temáticas, assim como uma perspetiva de integração na organização do mundo vivo, com especial atenção para a sua aplicação na área vegetal e animal. As práticas laboratoriais visam a aplicação prática de alguns procedimentos e técnicas base no estudo das componentes estrutural e funcional dos eucariontes. Todas as sessões tutoriais são momentos de interação com os estudantes na análise e interpretação das observações efetuadas ou dos dados obtidos.
Tratando-se de uma unidade curricular básica, justifica-se a separação entre a componente teórica, expositiva, e a componente prática e laboratorial e a ligação desta última à componente tutorial.      

Bibliografia de consulta (existência obrigatória)

Alberts, B., Johnson, A., Lewis, J., Morgan, D., Raff, M., Roberts, K. & Walter, P. (2016). Molecular Biology of the Cell, (8th ed.). Garland Science, 1464 pp.
Azevedo, C. & Sunkel,C. (2012). Biologia Celular e Molecular (5ª ed), Lidel - Edicões Técnicas, 629 pp.
Griffiths, A. J. F., Susan R. Wessler, S.R., Carroll, S.B. & Doebleyt, J. (2012). An Introduction to Genetic Analysis (10th ed.). MacMillan Education, 800 pp.